Análise de Melhoramento de Lote e Caráter em ‘A História de uma Hora’

Apesar de ser difícil ser contra as convicções do público em geral, a escritora Kate Chopin bate que para trazer aos usuários uma escrita intrigante de qualidade. Usando tradições de histórias como a melhoria do caráter, o controle da trama e a incongruência, reforçando ainda mais sua boa fortuna, ela atrai o perusista para o universo de sentimentos dos quais o público em geral riria. Kate Chopin mostra sua incrível habilidade abstrata em ‘A História de uma Hora’ interligando o enredo e o avanço do personagem, com sua utilização de vocabulário cativante e incongruência de conta.

Chopin incorpora gloriosamente duas tradições de ficção recorde, trama e aperfeiçoamento do personagem. A trama de uma história é o agrupamento de ocasiões em uma história e sua associação umas com as outras à medida que avançam e normalmente resolvem uma contenda. No enredo das histórias de relato há um artigo, ascender à atividade, pico, e um tombo de atividade. O aperfeiçoamento do personagem é a outra coisa que permite a Chopin compor esta intrigante história. O caráter é a coisa que fica com você depois de ter embrulhado uma história. As atividades na trama são realizadas pelos personagens da história. Os personagens conseguem algo ou produzem um impacto. Chopin usa o avanço do personagem para fortalecer a trama de tal forma que os usuários podem sentir os sentimentos com muita intensidade. Em ‘A História de uma Hora’, ambas as partes estão progressivamente interligadas uma à outra.

A trama acontece basicamente no cérebro do herói, a Sra. Mallard, o que faz com que seja fundamental para os usuários compreenderem sua identidade e de onde suas considerações se originam. Ela é retratada como uma senhora delicada que suporta alguns inconvenientes cardíacos. Isto é fundamental para a trama, pois esclarece porque sua irmã praticou o alerta para dar a notícia a ela. A Sra. Mallard é ainda retratada como sendo ‘jovem, com um rosto razoável e tranqüilo, cujas linhas são suprimidas e até mesmo com uma qualidade específica’. Este é um trecho essencial de dados, pois esclarece por que ela lamenta a morte de sua cara-metade, apenas rapidamente. Em palavras simples, a restrição implica a atividade ou procedimento de abafar uma idéia ou desejo em si mesmo para que ela permaneça alheia.

O casamento da Sra. Mallard era limitativo, por assim dizer, ela nunca conseguia transmitir o que precisava ser desinibido, à parte em seu esquecimento. Podemos ver que a Sra. Mallard se revela muito confusa ao ouvir as notícias; ela se opõe à oportunidade recentemente adquirida, pois é seu atributo de marca registrada de ser tímida, frágil e fraca. Ao reconhecer o sentimento de liberdade, ela começa a se considerar uma ‘deusa da vitória’. Uma deusa implica uma senhora que é tão adorável, esplêndida e saudável que não gosta de algumas outras senhoras na Terra e, desta forma, tem um tipo de componente profundo notável que, embora não possa ser caracterizado com firmeza, está claramente presente. A Sra. Mallard começa a se sentir encantadora e feliz ao vencer a escaramuça de vontades após um bom tempo de perseguição em seu casamento. Ela mostra pela primeira vez sua magnificência e qualidade recém-descoberta quando dá a sua irmã acesso para ver o ‘triunfo em seus olhos’.

A já mencionada mistura de caráter e melhora da trama não exclusivamente para a heroína, a Sra. Mallard, mas também para o Sr. Brently Mallard. A principal impressão que temos sobre o caráter do Sr. Mallard é a partir deste pedaço do conteúdo: Chopin afirma: ‘Não haveria nenhuma inflexão na sua determinação visual, com a qual as pessoas confiam que têm uma vontade privada de forçar diretamente um animal individual’. Uma expectativa benevolente ou um objetivo bárbaro influenciou a demonstração a parecer não ser menos um delito… ‘. Em todo caso, muito mais é revelado através da seção. Ele foi retratado como, ao invés da Sra. Mallard, pioneiro e inconsciente de como ele estava atormentando sua cara-metade. Como os outros personagens menores não assumem um trabalho notável, eles são deixados à energia criativa de cada usuário.