Ensaio de Explicação de Poesia: Hope is The Thing with Feathers de Emily Dickinson

O poema que escolhi para explicar é Hope is the Thing With Feathers. Ele foi escrito por Emily Dickinson em 1861, e foi publicado em Poemas por Emily Dickinson 2ª série em 1891. O poema inteiro é uma metáfora da esperança, usando um pássaro como comparação. Ele começa comparando-o a…

Um Escriturário e um Astrólogo Dentro do Conto de Miller

Alison em ‘O Conto de Miller’ é descrito como jovem e selvagem, como um animal: ‘Thereto she koude skippe and make game/ As any kyde or calf folwynge his dame’, e sabemos que ela estaria disposta a seguir qualquer idéia desde que seja ‘divertida’. Observamos sua imaturidade infantil nas cenas…

A Cena do Jardim de Evelyn em The Knight’s Tale e Boccaccio’s Teseida

Em ‘O Conto do Cavaleiro’, Chaucer desenha claramente temas usados por outros escritores, e é particularmente influenciado pelo trabalho de Giovanni Boccaccio. Em ‘Boccaccio’s Teseida dell Nozze d’Emilia ‘, ele cria o personagem de Emilia, por quem os irmãos Theban Arcites e Palaemon se apaixonam. Em ‘The Knight’s Tale’, Chaucer…

Evolução da Atitude em A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock de Eliot

Evolução da Atitude em ‘The Love Song of J. Alfred Prufrock’ de Eliot T. S. Eliot é notoriamente opaco ‘The Love Song of J. Alfred Prufrock’ pode ser interpretado apenas reconhecendo que o processo de pensamento do orador não é consistente em todo o processo, mas um processo contínuo. Na…

Beowulf como Representação da Humanidade

Beowulf, como personagem, é freqüentemente descrito como o modelo original para o herói encontrado na literatura desde a antiguidade até os dias modernos. Novas interpretações do texto, entretanto, focalizam mais em Beowulf o homem do que em Beowulf o herói de Heorot. Se nos concentrarmos menos na luta entre o…

Percepção da Sociedade Contemporânea Expressa nos Contos de Canterbury

Nascido no ano 1340, a vida de Geoffrey Chaucer o levou através das dragas e dos picos da civilização medieval. Enquanto servia na comitiva do Príncipe Lionel, Chaucer foi capturado pelos franceses durante o cerco de Reims. Sete anos depois de ser resgatado por 16 libras, ele entrou em serviço…

Heaney e A Catarse da Liberdade

Em ‘Requiem for the Croppies’, Heaney apresenta ao leitor uma imagem crua; a ‘onda quebrada’ que ’embebe[s]’ a ‘encosta’. A ‘onda quebrada’ evoca uma sensação de anti-clímax, pois uma onda pode ganhar impulso, atingir seu pico e, eventualmente, rolar, possuindo um grande poder e força destrutiva. Aqui, porém, esta onda…

Análise literária de um Valediciton: de Weeping by John Donne

A obra poética metafísica de John Donne A Valediction: De Chorar explora o final emocional de uma relação entre o narrador e seu amante, centrada especificamente em torno de sua resposta emocional externa através do choro para expressar sua adoração um pelo outro. O poema segue adicionalmente a opinião em…

Atravessando a fronteira entre civis e guerreiros na Odisséia de Homero e as coisas que eles carregaram por Tim O’brien

Ao longo da Odisséia, Odisseu cruza inúmeras fronteiras, desde as fronteiras literais de reinos como Feácia e Ítaca, até as fronteiras da vida e da morte no Hades. No entanto, há uma fronteira que Odisseu parece ser incapaz, e talvez até mesmo indisponível, de atravessar: A fronteira entre o soldado…

A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock (A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock)

Dizer que ‘A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock’ é uma típica ode romântica às maravilhas do amor, como o título pode sugerir, está bastante longe da verdade. Pelo contrário, este poema entra na mente estranha de J. Alfred Prufrock, um homem atormentado pela irresolução, e por causa desta…